SOBRE NÓS

O Grupo TOPUS de Pesquisas Aeroespaciais foi fundado por alunos do curso de Engenharia Aeronáutica da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC-USP). A partir de então, o grupo passou a integrar estudantes dos outros institutos e cursos da USP-São Carlos.

O início das atividades foi marcado pelo desejo em desenvolver veículos lançadores, mas entre projeto e execução descobriu-se que existia uma grande diferença. Em 2007, os primeiros testes do motor-foguete desenvolvido pelo grupo, que usava KNSU como propelente, não foram bem sucedidos e as explosões levaram a destruição do sistema de medição de empuxo do grupo. Em 2009, após um período de inatividade do grupo, voltaram-se os esforços de desenvolvimento de um veículo lançador. Iniciaram-se as atividades com pequenos foguetes propulsionados à água e à pólvora, que resultaram no primeiro artigo publicado pelo grupo.

Retornaram-se as atividades com o KNSU e o desenvolvimento em paralelo das diversas partes que compõem o foguete. Foi então que viu-se necessário dominar outras área de pesquisa. 

As novas concepções obtidas para o motor-foguete que propulsionaram o veículo lançador mostraram-se falhas, levando assim a uma investigação detalhada dos efeitos das altas temperaturas envolvidas na operação de um foguete, além de diversos estudos sobre métodos de projetos detalhados para os motores.

Em 2013 o grupo passou a fazer parte da iniciativa COBRUF, Competição Brasileira Universitária de Foguetes, que hoje trabalha no desenvolvimento de um foguete padrão para a competição, contando com a participação de 10 universidades diferentes no projeto.
Hoje, o grupo é responsável pelo desenvolvimento dos estudos aeroespaciais na Escola de Engenharia de São Carlos e conta com a colaboração e orientação de professores dos diversos institutos da USP-São Carlos.